Conheça os diferentes tipos de arquivos para imprimir

Imprimir um documento é uma necessidade com a qual nos deparamos com frequência. Isso vale para documentos de todos os tipos. No entanto, o que muita gente não sabe é que arquivos com formatos diferentes requerem diferentes metodologias para serem impressos com qualidade. Sendo assim, se você vai enviar uma arte para uma gráfica, por exemplo, é muito importante que você conheça os diferentes tipos de arquivos para imprimir. Por isso, separamos este texto para explicar essas categorias para você. Continue com a leitura para descobrir quais são elas!

Conheça os diferentes tipos de arquivos para imprimir
Fonte: Freepik.

Conheça os diferentes tipos de arquivos para imprimir

Antes de mais nada, é preciso esclarecer que existem duas categorias principais nas quais um arquivo pode se encaixar. Sendo assim, quando você envia alguma coisa para imprimir em uma gráfica, essa provavelmente será uma das primeiras coisas que vão querer saber para realizar a sua impressão.

Vamos ver, então, quais são esses dois tipos de arquivos e como definir cada um deles.

Arquivos abertos

O primeiro tipo de arquivo para imprimir que podemos citar são os arquivos abertos. E o que é singular sobre esse formato de arquivo é que ele permite que alterações sejam realizadas no corpo do documento em questão (daí a “abertura”).

Os tipos mais comuns de arquivos abertos são o AI (Adobe Illustrator) e PS (Adobe Photoshop). Nesses arquivos, o tipo de saída ainda não foi configurado.

Arquivos fechados

Além dos arquivos abertos, também existem os arquivos fechados. Estes são arquivos que são enviados para as gráficas já completos. Ou seja, eles são o resultado final do trabalho de um designer. Desse modo, não oferecem nenhum tipo de abertura para edições.

Por conta disso, um arquivo fechado geralmente já conta com padrões de saída configurados. Esses padrões são fatores como o formato, descrição da impressora, lineatura, sangria, resolução, etc.

Justamente por esses motivos, esse tipo de arquivo é o mais indicado para uma impressão imediata. Ele pode vir nos seguintes formatos:

Arquivos fechados
Fonte: freepik.

RGB

O RGB é um perfil de cores que se refere às chamadas cores primárias, que são o vermelho, o verde e o azul (daí vem a sigla, que significa red, green e blue). Ele pode funcionar também como uma propriedade aditiva que possibilita a criação de novas cores.

Grayscale

Como o próprio nome já diz, grayscale é a escala de cores cinza, também conhecida como acromática. Isso porque ela não possui variações de cor, mas sim de iluminação, indo do branco mais claro até o preto mais escuro.

EPS

Também conhecido como encapsulated postscript, esse formato capta tanto informações vetorizadas quanto informações em bitmap. Isso faz dele um dos melhores tipos de arquivos para imprimir.

TIFF

O TIFF (sigla que significa tagged image file format) é muito indicado para a impressão de artes gráficas, pois, além de suportar a compactação de imagens vetorizadas, ele também suporta todas as escalas de cores. Desse modo, é ideal para imprimir artes com bastante qualidade.

PNG

O PNG, também conhecido como Portable Network Graphics, é um formato que permite uma boa qualidade na hora da compactação, além de imagens com o fundo transparente. Como ele não suporta a escala de cores CMYK, não é muito indicado para a impressão de artes. Por conta disso, ele é mais utilizado na internet.

PNG
Fonte: Freepik.

Imprima qualquer tipo de arquivo da melhor forma possível

Não adianta conhecer todos os tipos de arquivos para imprimir se você não tiver uma impressora com tintas intensas e eficientes, que possam fazer jus ao documento que você quer ter impresso. Por isso, é uma boa ideia buscar por uma empresa com tintas de alta qualidade para a sua impressora. A HD Ink, por exemplo, busca otimizar a qualidade da impressão em bulk. Para saber mais, veja os produtos no site.